Directório União Europeia

Directório União Europeia

CRESC ALGARVE 2020 lança VÍDEO em língua gestual portuguesa

O CRESC ALGARVE 2020 lançou hoje, dia 6 de janeiro, um curto VÍDEO para apresentar o Programa Operacional Regional 2014-2020, com recurso à língua gestual Portuguesa.

Esta é a primeira vez que os Fundos da União Europeia (UE), no Algarve, comunicam em língua gestual para um público específico através do site que habitualmente disponibiliza toda a informação aos interessados nomeadamente notícias, eventos, avisos, concursos disponíveis, regulamentação, documentação e o acesso ao Balcão 2020.

O CRESC ALGARVE 2020 tem a sua estrutura de missão sedeada na Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve, em Faro, dispondo de 319 milhões de euros de fundos da UE (FEDER e FSE), sendo a Inclusão Social e o Emprego uma das prioridades.

David Santos, Presidente da Comissão Diretiva do CRESC ALGARVE 2020, comenta que esta ação surge “para reduzir a barreira de comunicação entre os mundos surdo e ouvinte. Em breve é intenção do PO disponibilizar um folheto de apresentação do programa em braille”.

Fonte: CRESC ALGARVE 2020

Atualizado em 06-01-2016

Visitas: 178

CE lança brochura Dez Prioridades para a Europa

A Comissão Europeia lançou recentemente a sua nova publicação “Dez prioridades para a Europa - Um novo começo para a Europa: a agenda da União Europeia para o emprego, o crescimento, a equidade e a mudança democrática”, no âmbito da coleção “Compreender as Políticas da União Europeia”.

A União Europeia enfrenta desafios sem precedentes, desde um elevado desemprego, lento crescimento económico, incertezas económicas e uma enorme falta de investimento, até à pressão migratória e os desafios em matéria ambiental e de segurança, bem como a instabilidade dos seus países vizinhos.

Muitos cidadãos perderam a confiança na capacidade de as instituições políticas, a todos os níveis, conseguirem lidar com estes desafios. Estão a ser postos em causa alguns dos resultados conseguidos até ao momento em matéria de integração europeia, como a livre circulação de pessoas e as fronteiras internas abertas. Assiste‑se a um aumento do populismo e do nacionalismo.

As DEZ PRIORIDADES fundamentais identificadas são:

Um novo impulso para o emprego, o crescimento e o investimento;

Um mercado único digital conectado;

Uma União mais resiliente no setor da energia, dotada de uma política visionária em matéria de alterações climáticas;

Um mercado interno mais aprofundado e mais equitativo, dotado de uma base industrial reforçada;

Uma União Económica e Monetária mais aprofundada e mais equitativa;

Um acordo de comércio livre razoável e equilibrado com os Estados Unidos;

Um espaço de justiça e de direitos fundamentais assente na confiança mútua;

Uma nova política em matéria de migração;

Uma Europa mais forte na cena mundial;

Uma união de mudança democrática.

Em novembro de 2014, Jean‑Claude Juncker assumiu a presidência da Comissão Europeia, o órgão executivo da União Europeia. Juncker foi eleito com base num programa político cujo objetivo primordial é a reconstrução de pontes na Europa e o restabelecimento da confiança dos cidadãos europeus, centrando as políticas da UE nos principais desafios que se colocam para as nossas economias e sociedades, visando também o fortalecimento da legitimidade democrática.

A fim de enfrentar todos estes desafios, Jean‑Claude Juncker identificou as 10 prioridades fundamentais, as quais se encontram descritas nesta Brochura. Essas prioridades constituem a base do programa de trabalho das instituições da UE durante o ano 2015.

Esta publicação faz parte de uma coleção que descreve a ação da União Europeia em vários domínios, as razões da sua intervenção e os resultados obtidos.

Fonte: Portal da UE

Atualizado em 11-01-2016

Visitas: 173

NOVA PLATAFORMA PARA RESOLUÇÃO DE LITÍGIOS

A Comissão Europeia criou uma nova plataforma em linha para resolução de disputas.
Esta plataforma vai permitir aos consumidores e comerciantes resolver os seus litígios de forma barata e fácil, antes de recorrer às instâncias dos tribunais.
A partir de 9 de Janeiro, a plataforma estará disponível para os comerciantes e empresas se registarem até à abertura da mesma ao consumidor, no dia 15 de Fevereiro.

Para mais informações:
http://ec.europa.eu/consumers/solving_consumer_disputes/non-judicial_redress/adr-odr/index_en.htm

Atualizado em 11-01-2016

Visitas: 192

Prémio Europeu de Energia Sustentável: candidaturas abertas até Fevereiro

Estão abertas as inscrições (até 22 de Fevereiro) para o Prémio Europeu de Energia Sustentável 2016, no âmbito da Semana Europeia de Energia Sustentável (EUSEW). A iniciativa é promovida pela Comissão Europeia e pretende distinguir projectos inovadores nas áreas das energias renováveis e da eficiência energética.

A concurso estarão quatro áreas: o prémio cidadão, o sector público, consumidores e negócios.

Podem candidatar-se projectos de qualquer num dos 28 Estados-membros mas não só. Islândia, Noruega, Albânia, Bósnia e Herzegovina, Sérvia, Montenegro, Turquia, Israel, Moldova, Suíça, Ilhas Faroé ou Ucrânia são outros países que podem concorrer.

A Semana Europeia de Energia Sustentável realiza-se entre 13 e 17 de Junho de 2016.

Para submeter as candidaturas clique aqui.

Recorde-se que, na última edição do prémio, Bruxelas distinguiu a Comarca de Osona, em Espanha, uma cooperativa de energia do Reino Unido e a iniciativa Efficiency 2.1, que apoia os consumidores na adopção de comportamentos eficientes e sustentáveis.

Fonte: O Instalador

Atualizado em 12-01-2016

Visitas: 189

Subcategorias

© Directório União Europeia 2013 | Site desenvolvido por Webtraços, Lda.

Top Desktop version