Directório União Europeia

Directório União Europeia

Conheça a Atividade da União Europeia em 2018

Descubra tudo o que precisa de saber sobre as realizações da União Europeia em 2018 no Relatório Geral sobre a Atividade da UE.

Quer saber o que a UE alcançou em 2018? Que progressos fez para concretizar as suas prioridades? Que medidas tomou para impulsionar o emprego, o crescimento e o investimento? Que progressos se fizeram no domínio da migração? E quais os benefícios que a União trouxe aos cidadãos da UE?

Consulte ‘A UE em 2018’ para obter resposta a estas e a muitas outras questões.

O Relatório Geral sobre a Atividade da União Europeia mantém-no atualizado sobre os progressos registados pela UE na realização das suas DEZ PRIORIDADES, nomeadamente sobre as medidas tomadas para promover o Emprego e a Economia.

Fique a saber como é que a UE está a criar um mercado único digital em benefício dos cidadãos, a liderar a luta contra as alterações climáticas e a concluir novos acordos comerciais com parceiros importantes como o Japão.

Fonte: EU Bookshop

Atualizado em 15-03-2019

Visitas: 14

Semestre Europeu 2019 apresenta Relatório de Portugal

Uma equipa de peritos da Comissão Europeia vai apresentar em Lisboa, a 26 de março, o Relatório sobre Portugal 2019, documento analítico central do ‘Semestre Europeu’ - ciclo de coordenação das políticas económicas e orçamentais na União Europeia.

Com especial enfoque em Portugal, serão abordados diversos aspetos durante a sessão que terá lugar na Representação da Comissão Europeia em Portugal, das 9h30 às 12h30.

Consulte aqui o PROGRAMA.

| TEMAS DA SESSÃO:

Perspetivas económicas, finanças públicas e o setor financeiro;
Mercado do Trabalho, educação e políticas sociais;
Reformas para o reforço da competitividade e investimento;
Orientação para o investimento no âmbito do próximo quadro comunitário.

Mais informações sobre o Relatório de Portugal 2019 que incluem a apreciação aprofundada da prevenção e correção dos desequilíbrios macroeconómicos, estão disponíveis no website da AD&C.

Fonte: Rep. da CE em Portugal

Atualizado em 18-03-2019

Visitas: 11

Participação Portuguesa na Reunião Ministerial do CPDR

Portugal vai participar na 4.ª Reunião Ministerial da OCDE - Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico, do CPDR - Comité de Políticas de Desenvolvimento Regional que vai ter lugar em Atenas, nos dias 19 e 20 de março.

A delegação nacional chefiada pelo Ministro do Planeamento, Nelson de Souza contará com a participação do Vice-Presidente da Agência para o Desenvolvimento e Coesão, IP (AD&C), Duarte Rodrigues.

Consulte aqui o PROGRAMA.

Os Governos estão à procura de soluções inovadoras para aproveitar as oportunidades e reduzir os riscos decorrentes das grandes transformações na economia e na sociedade, tais como a globalização, a digitalização, a mudança na natureza do trabalho, as desigualdades, as alterações demográficas e a urbanização.

Por ocasião do 20.º Aniversário do Comité de Políticas de Desenvolvimento Regional, os Ministros reúnem-se na Grécia para debater as “Megatendências: Construir melhores futuros para as regiões, cidades e zonas rurais”.

A delegação portuguesa também vai participar na 7.ª Rountable of Mayors and Ministers onde serão debatidas questões como:

Que reformas deverão ser introduzidas nas Políticas Urbanas Nacionais existentes para melhor se preparar e enfrentar as megatendências?
Como podem os líderes nacionais e locais trabalhar juntos para criar uma nova geração de Políticas Urbanas Nacionais?
Que tipo de ferramentas inovadoras e novas formas de parcerias podem ajudar a trabalhar efetivamente em conjunto para potenciar os recursos necessários?

Mais informações disponíveis no website da OCDE.

Fonte: AD&C

Atualizado em 19-03-2019

Visitas: 10

Criação do Conselho Europeu de Inovação

Antes do debate de 21 e 22 de março no Conselho Europeu sobre a inovação, a indústria e a competitividade, a Comissão toma medidas decisivas para a criação de um Conselho Europeu de Inovação.

A concorrência mundial está a intensificar-se e a Europa precisa de aprofundar a sua capacidade de inovação e de assunção de riscos para competir num mercado cada vez mais definido pelas novas tecnologias. É por esta razão que a Comissão Juncker está a criar um Conselho Europeu de Inovação (EIC) para transformar as descobertas científicas da Europa em empresas capazes de proceder a uma mais rápida transposição para uma maior escala. Atualmente na sua fase piloto, o Conselho Europeu de Inovação estará a funcionar plenamente a partir de 2021, no âmbito do próximo Programa de Investigação e Inovação Horizonte Europa.

Em 2017, a Comissão lançou a fase piloto do Conselho Europeu de Inovação, introduzindo concursos gerais e entrevistas presenciais com vista a identificar e financiar as empresas em fase de arranque e as PME mais inovadoras na Europa. Desde então, 1276 projetos altamente inovadores já beneficiaram de um financiamento global superior a 730 milhões de euros.

A Comissão anuncia hoje dois passos importantes que reforçarão as atividades nos dois anos remanescentes da fase-piloto do EIC:

Mais de 2 mil milhões de euros de financiamento em 2019-2020 que abrangem toda a cadeia de inovação: projetos «Pathfinder» (Pioneiro) destinados a apoiar tecnologias avançadas a partir da base de investigação (abre amanhã); e o financiamento do «Accelerator» (Acelerador) para ajudar as empresas em fase de arranque e as PME a desenvolverem e a transporem as inovações para uma maior escala até uma fase em que estas possam atrair o investimento privado (aberto em junho). No âmbito do «Accelerator», as empresas de financiamento poderão aceder a financiamento misto (subvenções e capitais próprios) num montante máximo de 15 milhões de euros.
A Comissão nomeará entre 15 a 20 líderes em inovação para um Conselho Consultivo do EIC que irá supervisionar a fase-piloto do EIC, preparar o futuro do EIC e ser o defensor do EIC a nível mundial. Os inovadores de todo o ecossistema são convidados a manifestar-se até 10 de maio.
A Comissão recrutará um primeiro grupo de «gestores de programa» com conhecimentos especializados em novas tecnologias para prestar apoio prático e a tempo inteiro aos projetos. O convite à apresentação de candidaturas será publicado em breve.
A Comissão anuncia também que foram hoje selecionadas mais 68 empresas em fase de arranque e PME para um financiamento global de 120 milhões de euros ao abrigo da atual fase piloto do EIC. As empresas estão, por exemplo, a desenvolver uma tecnologia de pagamentos em linha baseada na cadeia de blocos, novos ecrãs eficientes do ponto de vista energético e uma solução para combater o ruído do tráfego (repartiçãoVer esta ligação noutra línguaEN••• dos beneficiários por país e por setor).
Dada a crescente importância económica da inovação revolucionária e disruptiva e com base no sucesso da fase piloto do EIC, a Comissão propôs afetar 10 mil milhões de euros ao EIC no âmbito do Horizonte Europa, o programa de financiamento da investigação e inovação da UE para 2021-2027.

https://ec.europa.eu

Atualizado em 20-03-2019

Visitas: 10

Subcategorias

© Directório União Europeia 2013 | Site desenvolvido por Webtraços, Lda.

Top Desktop version