Directório União Europeia

Directório União Europeia

Portugal Economia Social 2018| Centro de Congressos de Lisboa, 23 e 24 de maio

A iniciativa Portugal Economia Social vai ter lugar no Centro de Congressos de Lisboa, nos dias 23 e 24 de maio para mostrar e estimular o potencial do setor da economia social, das suas organizações e financiadores, em prol do desenvolvimento sócio económico do país.

São objetivos deste evento:

Estimular o empreendedorismo e a inovação social dos cidadãos, empresas e organizações, visando o desenvolvimento sustentável e a coesão económica, por via da empregabilidade e criação de riqueza;
Provocar o debate entre os diferentes players da economia social e solidária. A importância das diferentes instituições na economia, empresas socias, empreendedorismo e inovação, financiamento;
Promover o encontro entre a oferta de produtos e serviços e a procura tendo em conta as diferentes necessidades do sector;
Fortalecer e qualificar o setor da Economia Social, das suas organizações e financiadores, em prol do desenvolvimento sócio económico do país;
Dinamizar projectos económicos e sociais;
Fomentar o desenvolvimento cooperativo;
Impulsionar o desenvolvimento local e regional através de respostas a situações, públicos e regiões mais vulneráveis, com vista à criação de emprego e ao empreendedorismo;
Favorecer a interacção entre as diferentes partes interessadas no setor, a partilha de boas práticas e estabelecimento de redes e parcerias;
Congregar os principais eventos da economia social desenvolvidos pelos diferentes players - Ser “o Palco Nacional” da Economia social.
Mostrar produtos e serviços para pessoas com necessidades especiais.

Encontro do empreendedorismo e inovação social

O Programa Operacional Inclusão Social e Emprego (PO ISE) cuja missão é apoiar ações que promovam uma maior inclusão social e melhor emprego em Portugal, vai estar presente no evento Portugal Economia Social.

Consulte o Programa e participe nesta iniciativa que conta com o Alto Patrocínio de Sua Excelência, o Presidente da República.

Fonte: PO ISE e Website da iniciativa

Atualizado em 22-05-2018

Visitas: 85

Comunidade Impacto Social 2018

Arrancou mais uma edição do Programa Impacto Social, que resulta de uma parceria entre a CASES, a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, a Fundação Montepio e a 4Change.

Iniciado em 2013, o Programa Impacto Social já envolveu mais de 265 entidades da economia social, constituindo-se como ecossistema de referência para a gestão de impacto social em Portugal, dando origem à Comunidade Impacto Social.

Nesta Comunidade, cada vez mais diversificada, organizações implementadoras e financiadoras encontram-se para desenvolver uma maior capacidade de gerir e de demonstrar resultados e impacto das suas iniciativas sociais.

A Comunidade assenta assim em três princípios: diversificação dos temas, desmaterialização da participação e descentralização das atividades.

Sessões de Apresentação “Políticas Públicas e Impacto Social”

A Comunidade Impacto Social apresenta agora as suas atividades para 2018-2019, inspiradas pelo tema geral “Políticas Públicas e Impacto Social”.

Além de assegurar a continuidade da componente de capacitação, através de um programa que inclui um ciclo de webinars e três meses de prototipagem sobre metodologias de avaliação, a Comunidade Impacto Social vai desenvolver um hub de dados, para a partilha de métricas e resultados de impacto e uma rede colaborativa, de base regional e abrangência nacional.

A apresentação das atividades vai ser realizada em três eventos públicos, em todo o País:

Porto, 29 de maio
Coimbra, 6 de junho
Lisboa, 11 de junho
Mais informações disponíveis em http://www.impactosocial.pt/

Fonte: CASES

Atualizado em 22-05-2018

Visitas: 76

Apoio à União Europeia atinge máximo em 35 anos

67% dos europeus consideram que o país beneficiou com o facto de ser membro da União Europeia, o valor mais alto desde 1983 e um aumento de três pontos percentuais desde o outono.

Dois terços dos cidadãos da UE consideram que o seu país beneficiou com o facto de ser membro da UE e 60% dos europeus consideram a pertença à UE como “algo bom” (o melhor valor desde 2007), de acordo com o último Eurobarómetro publicado hoje, exatamente um ano antes do início das eleições europeias de 2019.

Maioria dos portugueses diz que pertença à UE é benéfica para o país

Mais de três quartos dos portugueses (78%) considera que o país beneficiou com o facto de ser membro da União Europeia, revela o Eurobarómetro publicado hoje pelo Parlamento Europeu.

Fonte: Parlamento Europeu

Atualizado em 24-05-2018

Visitas: 70

Novas regras da UE para a Economia Circular

Os Estados Membros da União Europeia (UE) aprovaram, recentemente, um conjunto de medidas ambiciosas destinadas a adequar a legislação da UE em matéria de resíduos ao futuro, no âmbito da política mais abrangente relativa à Economia Circular.

Esta nova legislação, baseada nas propostas da Comissão que fazem parte do pacote de MEDIDAS relativas à ECONOMIA CIRCULAR apresentado em dezembro de 2015, contribuirá para evitar a produção de resíduos e, quando tal não for possível, para intensificar consideravelmente a reciclagem dos resíduos urbanos e dos resíduos de embalagens.

Irá, ainda, eliminar progressivamente a deposição em aterros e promover a utilização de instrumentos económicos, como por exemplo, regimes de responsabilidade alargada do produtor.

A nova legislação reforça a “hierarquia dos resíduos”, isto é, exige que os Estados Membros tomem medidas específicas que deem prioridade à prevenção, reutilização e reciclagem em detrimento da deposição em aterro e da incineração, tornando assim a economia circular uma realidade.

Saiba mais sobre as NOVAS REGRAS adotadas que representam a mais moderna legislação em matéria de resíduos em todo o mundo, onde a UE é pioneira e dá o exemplo a seguir.

Fonte: CE

Atualizado em 25-05-2018

Visitas: 71

Subcategorias

© Directório União Europeia 2013 | Site desenvolvido por Webtraços, Lda.

Top Desktop version